29 dezembro 2009

07 dezembro 2009

Dada certeza de flutuar

Ócio que margeia os momentos
Sono que o acompanha
Oscilações que vão fácilmente de um factível a um imoral, ainda que real
Mentalizações e realidades únicas
Desde que minhas e só minhas
Ninguém faz, ou pelo menos diz que faz
Que julgue o seu
Longe do meu, ainda que iguais
Meu infinito é finito
Porque de longe é verdadeiro
A única certeza é quando se realiza
Sua única certeza nunca será verdadeira
Porque nunca se realizará, se você não buscá-la!

29 novembro 2009

Oponha-se!

Ouvir é fácil
Falar o que agrada os demais também
Rir de qualquer coisa, em tempo
Porém...
Tente falar a verdade a quem precisa ouvir
Procure confrontar os outros com seus argumentos
Deixe suas políticas de lado e parta para o enfrentamento
Abraçe uma causa polêmica
Discuta a sua verdade... ou seu contacenso
Fácil, como disse no começo é calar, ignorar, abaixar a cabeça, sair e esquecer
Difícil é se opor sem misturar sentimentos

14 novembro 2009

Obrigado por tudo!!!

Reprodução do e-mail enviado aos amigos de trabalho que...

Bem pessoal, hoje é meu ultimo dia aqui no GO pois como todos sabem, Salon Professional me espera com muito trabalho, outro desafio e uma nova fase na vida, profissional e pessoal.

Aqui no GO SP, desde que vim de Anchieta, estreitei laços profissionais e tive a oportunidade de trabalhar, na grande maioria, com pessoas incríveis e num ambiente de trabalho ímpar. E isso me fez muita diferença. Me recordo que quando entrei na P&G, queria tudo para ontem e tinha uma pressa muito grande de conquistar as coisas pois vinha de outras culturas de empresas e que só, depois de um tempo, fui entender como as coisas fluem aqui. Ao meu ver, hoje, vejo que isso é bom para a construção de técnica, conhecimento e respeito. E por que digo isso? Porque hoje isso me proporcionou essa mudança, que é muito boa vendo por todos os lados. E não posso decepcionar e não farei.

A vocês todos, que de uma forma ou outra, me ajudaram a crescer como profissional e como pessoa, afinal de contas, todo dia é um aprendizado ainda que pequeno (e acredito que não precisamos de grandes mudanças para aprender, assim como não precisamos de grandes momentos para sermos felizes, basta você ganhar um sorriso de alguém que você gosta...) meu muito obrigado !!!

Um abraço!

...e recebí algumas mensagens que me deixaram emocionado, sorridente e mais feliz ainda!

... Boa sorte!!
Que Deus te proteja sempre e que seja muito feliz por lá também. Não se esqueça de mim ta!

Adoro vc!

bjus...

... VALDIR,

DE CORAÇÃO…..MUITA SORTE E SUCESSO NOS NOVOS DESAFIOS!!! VOCÊ MERECE TUDO DE BOM!

SE CUIDE POR LA TB HEIN? J

Bj...

...Fofo,

Parabéns!!!!

Tenho certeza que em breve falarão por aqui do excelente trabalho está realizando no RJ!!!!

Que Deus abençoe essa nova vida, agora “carioques”, com muito sol, praia...praia...praia..etc e tal...rs ...só espero que não fique como eles...são metidos pra caramba...rsrsrs.

E mande noticias sempre que se lembrar de nós e venha nos visitar também!!!

Bjs...

...Vou sentir saudades!!!!! Gosto muito de você . Seja muito Feliz e continue com este Alto Astral .

BEIJÃOOOOOOOOOOOOOO...

...Boa sorte irmão !!!

Tenho certeza que na CIDADE MARAVILHOSA, vc vai continuar sendo um vencedor.

Fica com DEUS

abraços...

...Sucesso amigo J segue o sorriso de uma das pessoas que vc gosta rsrsrs...

...Lindinho!!

Felicidades e muito sucesso pessoal e profissional. Que mensagem linda e sensível, apesar de Procteriana.

Olha lá !! Vai com calma , cuidado com a cariocada!!! E não se esqueça se precisar de algo estou aqui.

Beijão e seja feliz!!!...

...Eu quero uma despedida so pra mim!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!...

...: ) ... meu sorriso mais belo para você, pois vejo em seus olhos que você está Feliz, o que me deixa Feliz também ...

Aguarde visitas ... eu adoro o RJ e agora tenho uma boa desculpa para ir até lá!!!

SUCESSSOOOOOOOOOO .....

Bjs...


...Fala Brotherzão, (Nós é que devemos te agradecer, pela pessoa especial que é vc)
Com satisfação leio sua mensagem e obrigado em compartilhar, qualquer coisa estamos por aqui na “Jungle City”.
Te cuida irmão e fica com Deus. Vc é hiper competente,tem vontade e um bom humor invejável. É sempre um prazer trabalhar com vc que deixa o ambiente positivo nos momentos turbulentos.
Foi pouco tempo mas ficou evidente a pessoa especial que é vc J
Abraços...

...Vou chorar…
Vc é lindo e merece tudo de bom nessa vida!!!
Saiba que te admiro muito, muito mesmo...e desejo de coração muito sucesso!!!! Estou muito feliz por vc!!!!
O RJ agora vai pegar fogo...
Saudades já....
Não some, viu...
Que Deus te abençoe muitãoooooooooooooo!!!
Ahhh e continue essa pessoa maravilhosa, excepcional....enfim ÚNICA!!!
Bjssssssssssss
TE ADORO LINDO...PENA Q VC GOSTA DO QUE EU GOSTO....KKKKKK...

...Lindinho!!
Boa sorte, Deus te abençoe e pode contar comigo para o que precisar!!
Beijos...

...Poxa Valdir! Tomei um susto… achei que vc estava indo da P&G!
Boa sorte por lá...
Bjo,...

...Queridoooo, muita sorte pra vc HOJE e SEMPRE. Acredito na frase ‘Cada um tem aquilo que merece’, e vc com certeza atraiu isso.
Tô feliz por vc porém triste de ‘perder’ a sua presença diária conosco.
Espero que sempre possamos nos falar, é claro que não com a mesma intensidade, isso é natural mas o que vale é guardar a pessoa no cantinho do coração e sempre mandar pensamentos positivos pra ela e quando der falar um ‘oi’.
Vai com Deus, seja feliz vc merece.
Um bjaum...

...Te desejo tuuuuuuuuuuuuuudo de melhor nesta fase, também agradeço pela sua contribuição em minha vida profissional, pessoal e sexual ...porque não kkkk.
Admiro muito vc ...parabéns pelas conquistas !!!
E que o posto 9 o aguarde...
Beijos e boas energias...

...Valdir!!!!
Que alegria ver você dando mais um novo passo em sua carreira… É evidente a confiança e respeito que as pessoas tem em você, especialmente eu por motivos óbvios!
Vejo o quanto você amadureceu desde quando te conheci na Anchieta há um tempão atrás! De lá pra cá nem tudo foram flores é claro... mas você soube bem aprender com os espinhos J
Estou mais que certa que você seguirá super bem!!!
Continue assim! Muito responsável, transmitindo confiança, aberto a aprendizagens, humilde... que essa receita tem dado muito certo contigo!!!
Essa não é uma palavra de adeus não... mas um até breve! Estou certa que nosso caminho ainda vai ser cruzar... J
Um beijo enorme (por enquanto)
Deus te abençoe grandemente!!!...


Impossível ser indiferente!

Obrigado a todos, salvo a confidencialidade dos nomes...

05 novembro 2009

Sem resposta

Quantas perguntas você tem na mente e não se convence das respostas que tem?
Quantas respostas você procura e ainda não encontrou, ainda que seja uma qualquer?
Quantas dúvidas você se depara no seu dia a dia e não encontra uma resposta?
Quantas coisas aconteceram na sua vida, boas ou ruins, que você repensa aleatóriamebte em momentos improváveis o por que isso ocorreu?
E pior...as respostas que você tem são as corretas?
São respostas? São suas? Ou tudo é o que você quer acreditar?

01 novembro 2009

Caminhe

Afaste-se dos outros
Para que você se conheça
E mude suas verdades
Mas só para você
Mudanças começam dentro de nós
Isole-se do meio
Meça você e pense no que você não quer ser
Daí poderá ser tudo o que lhe restar
Já olhou pra você mesmo num espelho e analisou
O que é de verdade?
Por que de mover, agir e buscar ?
E será único, afinal será você com você
Nem me conte nada depois
Prefiro sua reação racional do que suas palavras de desabafo
Você deu um passo a mudança
Os demais você saberá como

Ventos me joguem

Deixe-me seu aprendizado
Que ensinou o que posso hoje fazer
Por mãos, olhares, toques e amor
Infeliz daquele que ensina sem saber usar
Paz daquele que não culpa-se do alheio sopro de ócio
Estarei lá pelo que me seja
Eu balanço desde baixo
Com ventos de mudança
Não sopros de mesmice

Apenas uma lembrança

Se meu caminho vai noutro sentido ao seu
Que razão tenho de ir, ou de não voltar
De ouvir sons de momentos muito acentuados
Que amar seja eu ou quem, absolutamente não é seu louvor
Que ficaram e mudaram tudo
E pra melhor que seja sempre
E foi...
Seu constante fracasso é meu alento
Não pela infelicidade
Que na verdade a você não deixa demonstrar
Mas para eu mesmo, que rumei por onde estou
E verdades emergem do tempo
Tempo que sempre faz o que nós não fazemos...
Ou não queremos
Como bater e agir num dia de luz
E se-lo-é
Ainda bem!
Ainda bem que posso ser eu mesmo meu raio de luz
Que não será apagado pelo espelho lateral que copia um trecho
não um processo
de mim, isso não sai sem que eu queira, e por você nunca mais será!

22 outubro 2009

FiLiCiDaDiS

Queria te dar um algo, um algo que nem eu sei.
Um presente, uma moeda da sorte, um objeto encantado.
Pensei num relógio mágico, no relógio do tempo.
Queria também te dar um par de asas, mas ainda não consegui encomendar.
Quem sabe um sorriso, um selo, uma canção.
O sol, as estrelas, a lua já tem donos.
Nem no mercado da praça, da rua Sol da Minha Vida, encontrei algo raro.
Sendo assim, dou-lhe meus versos escondidos e filizis.
Entrego-lhe minhas letras presas entre letras.
Minhas rimas baratas e singulares.
Dou a ti aquilo que há de melhor em mim.
Te entrego meu pão cotidiano, meu ar.
Minha sinceridade, meu azo, meu Ser-tão.
Aceite.


Longe do tempo, o garoto com seus pés nus, atraído pela música do vento, sem cordas e sacola, simplesmente corre. O menino não se importa, ele apenas corre sem pressa, se joga nos braços da brisa desejoso de provar a vida. Esse moleque arrisca em cada passo, não que ele não sinta medo e receio. Seus olhos se perdem no futuro, o passado é sua escola e o presente é sua corrida. Seus pés desnudos experimentam cada pedaço do seu caminho, suas mãos livres carregam as lembranças das amizades e amores. O sorriso largo é o convite sincero de quem a cada passo aprender a andar. As gargalhadas são o tempero, o sabor singular, o toque pessoal. O sotaque é o berço, a infância, o colo seguro, o chão que o acolheu. As lágrimas são a prova de que o tempo corre no seu ritmo e que saudade é verso incompleto que só faz sentido se o outro está bem perto. Os limites que advém da distância não tornam o menino solitário, apenas aguça seu paladar refinado que de saudades em saudade recorda. Nem suas aventuras e desventuras, deixa desmedida a medida daquilo que ele elegeu como bom e favorável para seu existir, pois ele quer apenas insistir na sua corrida. Ele está aprendendo a correr a cada passo, ele é um menino, ele quer ser apenas menino. E o menino que longe do tempo cresce, vai tecendo seus dias. Todas as manhãs, logo depois que nasce o sol ele escreve mais uma página de sua história, ele se inventa e reinventa. E o menino cresce…



Presente de um amigo, obrigado Ricardo!

Ciência do presente

As oscilações que observo na minha vida denota muitos pensamentos. Numa destas viagens longa de carro, sozinho e bem pensativo, naturalmente pus me a pensar longe, tão longe quanto o horizonte.
Quando se pensa longe não se sabe se esse pensamento, seja por um objetivo, um desejo, um sonho, uma mágoa, um relacionamento, uma saudade, um arrependimento poderá realizar-se. É até então um pensamento, assim como olhar lá na frente da rodovia se você encontrará um radar, precisará de uma ultrapassagem ou terei um pedágio.
Também existe o passado, que passou e em alguns momentos pode vê-lo pelo retrovisor...já foi...impossível voltar e mudar a trajetória, por onde passei, por onde chorei...
No seu tempo, o importante é o hoje. Do momento de receber, numa data especial, uma ligação inesperada, um cochicho no ouvido, uma confidência única e eternizada em segundos, uma conversar de fim de festa com um irmão, um abraço gostoso e verdadeiro, uma, duas, três ou dez mensagens no celular, cada qual com seu carinho... e ainda, aquelas que são eternizadas numa mensagem onde tem-se a oportunidade de dizer, aquilo que se sente pelo outro.
Por paz, felicidade e amor, seguem os momentos, as pessoas e me deixem somente olhar para frente pois o passado já não me pertence mais, e talvez nem o futuro...

14 outubro 2009

Corro pela vida!

Tiro o que não me serve naquele momento...
visto o que é...
Fecho até voltar...
Estico pra valer e não doer...
Sinto o vento do mar...
O aquecimento que me ajuda aos poucos...
O prazer de suar...
A troca de olhar...
Os mesmos de sempre...
Olho meu tempo...
Ajeito o shorts...
Repito uma música...
Volto o percurso...
Olho para trás...
Pulo esta música...
Penso em um objetivo...
Tenho um novo entusiasmo...
Ouço uma música que sincroniza com meu futuro próximo...
Corro mais...
Endorfina liberada...
Mais expectativa...
Tempo...
Desaceleração...
Alongo...
Observo o que me interessa...
Respiro fundo...
Carro....
Hotel...
Banho bom e relaxante...
E espero minha noite de sono saudável!

05 setembro 2009

Meu horizonte

Me dê o horizonte...
a brisa do mar...
a paz que me acompanha...
o silêncio de sempre...
sem pressa...
sozinho ou não...
e o pensamento que só é meu...
No mais, eu faço meu momento!!!

29 agosto 2009

Mais uma conquista!!!

A data foi 27/08. Oficialmente foi nesta data!!!

Antes dela, algumas especulações, insegurança, angústia e anciedade, sendo que estas últimas duas pouca experiência em lidar...
Ainda estou bem confuso - confesso... com o que está acontecendo - não é confuso com o que escolhí, mas com tantas mudanças que virão. Apesar de não ter sido da noite para o dia, ainda estou processando tanta informação.
A primeira coisa é entender porque isso veio neste momento. Alguns fatores como conhecimento técnico, liderança, fácil acesso aos pares, dedicação e oportunidade na hora certa para a pessoa certa. Acredito que nada vem por acaso, por empatia, por agradecimento...etc etc... vem como fruto plantado, ou seja, como resultado! E ponto!
Em muitos momentos do inicio da minha vida adulta os conflitos entre a falta clara de expectativas, ou seja, aonde chegaria? chegaria? como?... e a vontade de vencer foram muito tênues. Por um lado a minha dedicação, vontade, força, ânimo e sorrisos. Mas por outro lado não me via com um futuro de sucesso, de como conseguiria uma estabilidade financeira, atravéz do meu sucesso, da minha felicidade profissional sendo atingida, apesar da paixão em trabalhar naquilo que sempre gostei, de estar numa empresa que sempre me deu orgulho de dizer que fazia parte dela.
Hoje, passados alguns anos entendo porque naquele momento não visualizava este futuro que hoje toma forma. Hoje isso tornou-se real porque as coisas acontecem como nas fases de cultivo de uma plantação. Num determinado momento você escolhe o que plantar, com que grãos, em qual solo, com que investimentos, com mais ou menos dedicação as pragas, com a mente aberta para novas tecnologias de colheita, em quais momentos e finalmente quando e como colher os frutos.
Hoje, estou em casa numa felicidade imensa e extremamente feliz em ter sido escolhido para esse novo desafio. Sinceramente e humildemente, foi uma escolha natural. Todos sabiam que o resultado de anos de conhecimento e outros adjetivos, foram os motivos deste momento de sucesso!
Minha felicidade é pela confiança depositada, pela perspectiva de uma vida financeira ainda mais traquila, da realização de um sonho de trabalhar na empresa que trabalho e poder estar próximo ao mar, e ter a oportunidade de num fim de tarde de verão poder correr na orla e terminar com um banho de mar...simples assim. Sempre achei e vivi momentos em que o pouco era muito, pois sempre soube e acreditei nisso. Não precisa ser sempre grande um momento, basta entendê-lo.
Tenho uma imensa clareza que sou um privilegiado... o que é muito diferente de ser alguém de sorte. Refiro ao meu privilegio de ser dotado de algumas características de personalidade que me levaram ao que sou hoje.
E também sei dos meus defeitos e confesso, estou trabalhando para melhrá-los. Outros ainda prefiro não me dedicar a mudar. Prefiro desprender energia naquilo que sou bom, para ser ótimo e compensar as demais falhas.
Agradecer? Eu preciso fazer isso a algumas pessoas e elas saberão quem são, pessoalmente mais uma vez darei minha dedicação e meu muito obrigado por tudo!!! Nunca esqueço do que fazem por mim, seja bom ou ruim. Os bons sempre terão a minha absoluta ajuda...pois amigos verdadeiros fazem por você pelo que sentem por você, não pelo o que você pode oferecer em troca.
Também estarei um pouco mais longe fisicamente de algumas pessoas muito importantes em minha vida, mas perto de outras que também a compõe.
Sei que continuarei a ser feliz, com meu sorriso, com meus principios, vontades, objetivos, gostos, amigos, colegas, interessado no novo, aberto a ajudar e fechado a interessados de plantão, como sempre foi.
Finalmente, me preparo para o que virá e certo, de que, mais uma vez, farei o melhor!!! Foi assim que cheguei até aqui!

15 agosto 2009

O SEGREDO DA TOALHA!

Um casal está apaixonado e se casa.
Mas, por mais que o marido faça em termos de sexo, a garota nunca consegue um orgasmo.Eles resolvem procurar um terapeuta sexual.Este ouve atentamente e acaba dando uma sugestão:
Contrate um desses garotos de programa e enquanto vocês estiverem
fazendo amor, peça-lhe que fique pelado balançando uma toalha sobre vocês,
sempre a vista de sua esposa. Isto deve ajudá-la a fantasiar, o que deverá
levá-la a vários orgasmos.
Eles voltam para casa e seguem os conselhos do terapeuta.
Contratam um rapaz jovem e bonito que fica pelado abanando entusiasticamente a toalha enquanto o casal transa.Mas, por mais que tentem não dá resultado, frustrando mais uma vez o casal.Eles voltam ao terapeuta que diz:
Tá certo. Vamos tentar o inverso. Deixe o rapaz transar com sua
esposa e você fica abanando os dois com a toalha.
Mais uma vez seguem o conselho.O rapaz deita na cama com a mulher e o marido abana com a toalha.O garoto de programa é realmente muito bom e a mulher grita de prazer,
conseguindo múltiplos orgasmos.Com um sorriso, o marido dá um tapinha nas costas do rapaz que está sobre a mulher e diz triunfante:
Tá vendo, zé mané, como se abana uma toalha!?

Merece levar muito chifre...rs

06 agosto 2009

2 dólares

Hoje estava lendo esta noticia (veja link no rodapé) na Folha e achei interessante. Achei interessante pela experiência, excluindo totalmente o fato de ter morrido, que sem dúvida, é uma pena e uma perda, para uma pessoa que fez uma imersão dessas afim de trazer aos olhos de que não presencia e tao pouco faz idéia de como seja a extrema pobreza, lá e aqui.

Pra mim, serve como um desabafo isso porque a pobreza é muito pior lá, digo com conhecimento de causa, pois na Africa do Sul, onde estudei, ví isso. Mas imagino que nestes lugares que o Gabriel passou seja muito pior do que na Africa do Sul e até aqui no Brasil. Aqui, as pessoas "se viram", vão vender algo, pedem o que comer a alguém, ganham alimento de algumas pessoas generosas, etc, etc, etc. Lá, simplesmente não há opção. Quando a mulher ajoelha-se e chora, por 2 dólares que ganha de Gabriel, percebe-se o tamanho do desespero e de necessidade que aquele povo tem.



Concluo que: 1) ainda faço pouco pelo próximo; 2) que somente olho para meu umbigo; 3) que julgar os outros por sua condição, ainda é pior do que negar ajuda, o entendimento deve ser neutro e único. Assim como sua presença de apoio emocional, não somente financeiro.



Ainda há tempo, preciso me mexer.

http://penaafrica.folha.blog.uol.com.br/arch2009-07-26_2009-08-01.html#2009_07-26_17_55_46-129032461-0

29 julho 2009

É tudo muito simples

Todos temos prioridades, absolutamente todos...

E eu tenho as minhas também...olha que engraçado?! rs...

E vou fazer com que elas sejam cada vez mais importantes...

Não posso exigir atenção quando preciso e, por outro lado, também posso me dar ao luxo de simplesmente ignorar quem eu quiser, porque, obviamente, se não podem ser interessantes para eu, por que serei para eles, não?!

Por isso, se sentires ignorado, sinal que está provando do próprio desagrado.

E eu? Faço o que quero!!

25 julho 2009

Ninguém está só

O silêncio que impera nos momentos de solidão é algo realmente facinante para a reflexão. Ainda que acredite também que o fato de ser forçado a fazer algo, os reflexos sensoriais de pensar, analisar e agir também sejam importantes, mas a solidão controlada é o momento que me faz concluir sobre as relações humanas.
Por amostragem, vejo tanta diferença entre as pessoas que chega a assustar. E é interessante como todos buscam as mesmas coisas nas relações… mas poucos encontram (ou se encontram) neste caminho.
Os objetivos e adjetivos são iguais, exatamente iguais inclusive nas palavras, no meio, para os amigos, nas conversas, nos encontros…e por que não vinga? Falta de sensibilidade para interpretar as mensagens das palavras? Falta de paciência para ouvir, entender e somente depois concluir? Falta de vontade em ceder? Falta o que?
Será que falta tanto assim…ou está sobrando tudo isso mas está desarranjado nas pessoas e elas não conseguem ver? Será que falta o silêncio para perceber ao redor, nas nossas próprias atitudes, assim como o respirar e sentir o ar entrando, o sangue circulando ou os pés balançando?
Não sei a resposta, mas também não deixarei de pensar, em silêncio…ou não.

17 junho 2009

Cotas raciais

Tenho duas coisas a dizer sobre as cotas raciais:

1) é a afirmação de que os negros são menos favorecidos mentalmente, como seria qualquer outro grupo da sociedade que recebesse benefícios através de cotas. E ao meu ver não são. O problema que os negros, os indios, os brancos, os mamelucos, os caboclos enfrentam é a dificuldade de acesso a uma escola boa, acesso ao curso bom não está na cor da pele ou origem, está num sistema de educação fraco e mal estruturado, que afeta a todos não somente os negros. É a maior estupidez criar essas cotas e deixar alguém que, mesmo vindo de escola pública, conseguiria com muito esforço passar num vestibular e ser barrado por não ter vagas porque foi preenchido por outro simplesmente pela cor da pele. Isso é justo também? Quer-se corrigir um problema histórico gerando outro? E a teoria do mínimo esforço, que garante a você, pelo fato de ser negro, o direito de entrar numa universidade de boa qualidade sem ter boas notas ou ter se dedicado aos estudos. Muito justo não? Isso gerará preconceito e mais discriminação.
2) E pior: mesmo com essas cotas, o que será feito pela melhora do ensino de base no Brasil? O que garantirá que essas cotas são provisórias até ter um sistema de ensino adequado a todos? Que metas os governantes em todas as esferas da democracia brasileira comprometeram-se públicamente para entregar esse serviço a sociedade? Em quanto tempo será entregue isso? Num país como o Brasil onde tudo é feito reativamente, qual é o plano preventivo para corrigir as difenreças históricas?

Ao meu ver, outro problema criado sem resolver o primeiro.

07 junho 2009

Pelos meus olhos

Algumas pessoas são realmente essenciais em nossas vidas. São essenciais porque fazem coisas que observamos de perto ou longe e, nos supreendemos, aprendemos, choramos e repensamos até onde somos capazes de ir...
E não é uma surpresa por achar que ela não seria capaz ou não é uma característica sua agir indo além do que podemos acreditar. Seja por suas atitudes, pela demonstração de amor, pelo carinho, atenção, dedicação, rompendo barreiras e tendo a plena consciência de que sempre se pode fazer mais por alguém que se ama.
Meu avô foi um homem muito batalhador desde cedo, desde a Itália, desde sua infância nos sítios, plantações, filhos, familia, Ordem 3 de Piracicaba e outras. Sempre dedicado, lúcido, religioso, sereno, discreto, avesso a discussões acaloradas, sutíl nos atos, observador, conservador e avô. Me acolheu em sua casa quando precisei e por alí queria que ficasse. Se orgulhava do neto que foi embora para São Paulo, que viajava de avião, que trabalhava em outros países e que perguntava a minha mãe como eu estava, se tinha viajado de avião, se não tinha medo...
Confesso que a última vez que falamos fiquei triste, chorei quando voltei para minha casa dirigindo e mais, fiquei pensativo...Ele estava muito ruim de saúde, com um dreno por um rim não funcionar, pálido, não tão lúcido, lento nos pensamentos e respostas...fraco. Impossível aceitar essa situação ao lembrar seu passado. Por isso, deixei meu sorriso, meu abraço e meu fique com Deus, dando um tchau logo que saía de seu quarto, indo e olhando para trás...a partir dalí preferí torcer a distância, orar em silêncio e agrader pelo que fez a mim.
Nesta semana me puz a observar tudo o que minha mãe dedicou ao seu pai, nos últimos 6meses de sua vida. E é por isso também que escrevo. Minha mãe me surpreendeu ao extremo, pelo seu amor, atitude e força. Que inveja eu sentí e como chorei por isso. Na verdade acho que sou tão fraco quanto o mais fraco... Digo isso porque ela esteve ao seu lado quase que todos os últimos dias dos últimos 6 meses. Cuidando em sua casa, dando banho, trocando de roupa, alimentando, levando ao médico, dormindo em quarto de hospital, com o frio batendo as costas, presenciando choro, fraquesa, um olhar profundo acompanhado de um silêncio em uma clara mensagem de quem estava nos deixando. Que passaria pela cabeça de alguém vendo seu pai nessa situação e não desanimar?!
De onde vem essa força toda??? Seus últimos minutos, descritos por ela mesma, contavam coisas como " eu acordei as 5 horas da manhã e ele estava com dificuldade de respirar, pelo dreno na narina para alimentar, lágrimas que escorriam pelo canto dos olhos dele, e por seu olhar profundo bem focado dentro dos meus olhos" ou como " ele estáva pálido mas vivo, fiz a barba dele ainda na cama, passei creme, aparei as sombrancellas e deixei ele tão bonito...(choro toma conta)". "Minutos depois ele começa a ficar frio, respirando muito lento e sem sinais vitais. O médico chega e confirma o óbito".
Acredito que seja do amor. Amor esse que, ao chegar algumas horas depois de seu falecimento, ainda estava buscando as documentações para o funeral, os preparativos e o cansaço de quem não dormia ha mais de 40 horas.
Sua últimas e emocionantes palavras foram: "Obrigado paizinho por tudo o que o senhor fez por mim desde criança" e o beijou na testa, com sua mão sobre a dele, tremendo e com muitas lágrimas nos olhos...nunca esquecerei disso!
Estava ao lado segurando seu braço achando que fosse desmaiar mas que na verdade o fraco era eu.
Você mãe, mostrou em toda sua vida ao lado dele, seu pai, o quanto a senhora o considerou, amou, ama e quanto o respeitou em toda sua vida. Mesmo em momentos que a razão era a justificativa do correto, a senhora sempre foi emoção. Entendo e respeito seus motivos e talvez, talvez eu tenha de repensar minha racionalidade.
Não espero que ninguém seja perfeito, erre pouco e não tenha defeitos. Gostaria que colocassem o amor como base para as atitudes, momentos e verdades. Aprendí algo real, sincero e humano com suas atitudes e espero quebrar qualquer barreira para te amar muito mais ainda, minha mãe querida. Nunca deixarei de te amar e não vou deixá-la por nada nesta vida. Que eu já sabia que a pessoa mais importante na minha vida era a senhora, a partir deste dia terá toda minha dedicação condicionada ao meu coração para você!!!
Amo você minha mãe querida e tenho certeza que meu avô, também!

Um beijo e aquele abraço que só a senhora me dá, apoiando em meus ombros e colocando a cabeça de lado, marcando minha camisa sempre com seus batons...rs

Te amo!!!

27 maio 2009

Inversão...

Copiei de um lugar qualquer...pouco importa de onde veio, o que importa é para o que serve!

NÃO SE DEIXE ABALAR PELO FATO DE UM DIA TER DEMONSTRADO SEUS SENTIMENTOS PARA QUEM NÃO SOUBE VALORIZA-LOS, O QUE IMPORTA É QUE VOCÊ SOUBE ASSUMI-LOS SEM MEDO E ESSA PESSOA UM DIA VAI VER O QUANTO PERDEU;
AS VEZES CONSTRUIMOS PEQUENOS SONHOS EM CIMA DE GRANDES PESSOAS, MAS COM O PASSAR DO TEMPO PERCEBEMOS, QUE GRANDES ERAM OS SONHOS E AS PESSOAS PEQUENAS DEMAIS PARA ELES.


Dedicado a todos nós, que sofremos por amor!!!

VB

24 maio 2009

O próximo passo.

A solidão que me acompanha é uma das coisas boas que possuo. Ela está presente principalmente quando vou dormir e em algumas vezes peço a companhia da consciência para refletir sobre meu findo dia.
Algumas vezes acho que não contribuí em nada para ninguém, nem para eu mesmo. Ser criticado por si é estar sujeito a uma auto-defesa natural, humanos tem isso. Outras vezes acho que fiz tanto que nem sei se esse tanto é reconhecido, se é bom, se agrega. Também sei que erro e estava errando em algumas coisas que não deveria. Mas, como é dificil mudar comportamento... e nem digo isso para justificar, acho dificil mesmo. Preciso saber como e por onde começar estas mudanças que me barram de alguma maneira. Não quero a perfeição, quero melhorar tão somente pois já acredito ser um grande avanço. Não que a perfeição não seja boa, mas o caminho é feito de momentos, situações e dificuldades. Para isso, prefiro me esforçar em vencer o hoje e alcançar o próximo degrau tão logo passe por esse.

08 abril 2009

” A felicidade é a única perfeição”

O meu silêncio me traz muitas coisas
Desde o pensamento sobre minha vida
Sobre os me cercam, sobre uma notícia que leio
Sobre uma frase que ouço...
Dizem que é melhor ouvir do que falar, meramente pela justificativa física de que temos dois ouvidos e uma boca...ou não
Acho que não!
Não é!
Já ficou em silêncio no trânsito, sem rádio, vidros fechados observando o que acontece ao redor?!
Quem está parado no carro ao lado...o que será que tá pensando?!
No ponto do ônibus esperando e pensando....ou não.
Cada pessoa uma situação, uma sentimento, um momento, são únicos e privados, ninguém tem o direito de saber e opinar.
6 Bilhões de pessoas fazendo isso e cada qual com seu propósito
Que magnifico!!! Mas mais do que olhar para o todo, olho para eu mesmo e me vejo
Sinto meu coração batendo e ele bate neste momento mais do que um impulso muscular
Bate porque depois de olhar muito internamente
Ví que sou feliz! E como dizia Cazuza...” A felicidade é a única perfeição”

22 março 2009

Me acompanhe!

Que seja simples como o olhar
Que seja belo como o por do sol
Que te olhar não seja uma simples momento
Mas que seja possível
Implicitamente está a distância
Caminhar ao lado não distante
Sorrir de longe, sorri de perto
Abraçar, rir, conversar, beijar
Discordar, contrapor e chorar
Perfeição é ruim
Ajustes ocorrerão
Até breve também
E que seja breve!
Porque breve foi
Não me lembro da data
Só do local, o antes e o depois
O antes eu devo esquecer
O momento não, o depois eu vivo ainda
Viva também...e me acompanhe!

07 março 2009

Eu sei quem são!

Continuo observando... eu vivo observando...acho que observo demais... que observar demais que nada...isso não me faz mal, só me ajuda a entender muita coisa...
É interessante ter algumas conclusões sobre aquilo que se observa e pensa...sobre as pessoas mais especificamente...
È como diferenciar o joio do trigo, água e óleo, sim e não?!?
Observando! Alguns estão perto por alguma necessidade, outros quando lhes convém, outros te buscam para desabafar...outros ainda para te infernizar... outros para te abraçar verdadeiramente...outros estão bem ao seu lado... ainda há aqueles por networking (esses são os melhores e mais incríveis pseudo-amigos) . Há ainda os que me odeiam e queriam dizer isso mas não o fazem (será que lendo este texto o farão?! Será melhor para ambos os lados, gosto de ouvir coisas ruins que me trazem coisas boas logo em seguida). Há quem me ame verdadeiramente... há quem me aceite pela minha condição... há quem me não aceite mas não fala...há quem queria me pegar de jeito e falar umas verdades (repito aqui a sugestão dos que me odeiam dito acima) e há aqueles que mais me interessam, os que realmente se importam comigo. Esses, eu sei quem são!!! E eles sabem que eu sei o que eles significam pra mim...é bem mais nítido.

06 fevereiro 2009

How i liked...

How I liked just a smile;
How I would like listen a...” It was, I´m here again”
How I liked hug and just it;
How I wouldn´t like suffer;
Can I help you?
Let´s go dream togheter?
How I would like take you hands and be a safe harbor to you;
How I would…
Would be…
I want! May I?

03 fevereiro 2009

O perdão incondicional não é nobre!

Eu não acho que o perdão incondicional tem de ser considerado nobre. Acho que todos erramos e erros que são cometidos sem intenção ou por ignorância devem ser tratados de forma racional. Talvez dizer isso seja um tiro no pé , mas não me amedronto. Acho que muitas coisas que fazemos pelos amigos, que gostamos e temos respeito e carinho, sejam sinceras e espontâneas. Assim deve ser! E que sejamos tratados com reciprocidade. E quando isso não ocorre? É neste exato momento que se exarceba nas pessoas alguns instintos quase que comparados a primitivos de sobrevivência, muitas vezes a um custo moral. Instintos esses que levam em consideração o momento e sua visão. O conjunto é esquecido ou nunca foi considerado. E isso não tem perdão. Porque doar-se é um fato próprio e feito com carinho, consideração, respeito e amor muitas vezes. Então, por que julgar alguém por sua negativa do perdão se antes de houve toda uma questão de doação ao próximo e isso foi jogado fora?
O perdão incondicional não é nobre, o perdão deve ser racional, somente isso.

12 janeiro 2009

As ondas desfaziam em meus pés

Estava numa baita expectativa de que isso fosse acontecer... sabe como criança se comporta nessas ocasiões...aniversário, presentes, surpresa...o que será que viria de presente nos meus 8 anos?!
E se realizou!!!...nem acreditava... acho que foram umas 5 noites seguidas só pensando como seria pela primeiro vez ver o mar e o infinito que nele se desenha.
Foi meu presente de 8 anos de idade. Conhecer o mar.
Tinha aquela prancha de isopor pequena que usava na piscina, que pegaria jacaré com ela. Queria um chinelo novo, uma bermuda legal e uma regata. Boné era o que tinha ganhado de uma tia que trouxe dos EUA, dos Los Angeles Lakers, roxo e com 7 linhas (original).
No caminho, longas pontes sobre alguns lagos, uma estrada ruim e perigosa, um bica d´água que paramos para beber água e meu tio Walter disse ao entrar no carro após matar a sede que eu estava esquecendo de fechar a torneira...e eu tão entusiasmado com tudo fui voltando para fechar...rs
A pousada era na frente da praia, de algumas irmãs beneditinas, era uma casarão antigo mas todo reformado e bem cuidado...tinha uma barraca que vendia peixes grandes do outro lado da rua, um calçadão e gente para todo lado. Minha vontade era ir logo para o mar e pular as ondas, mergulhar...chegamos perto da hora do almoço e logo depois fomos para a praia. Tia Zelinda e tio Walter levaram cadeiras e uma esteira. Nunca esquecerei da cena deu olhando para o mar e as ondas bem pequenas vindo e desfazendo nos meus pés...pés pequenos e com um sorriso no rosto que ia de orelha a orelha...minha reflexão era: ‘ nossa...as ondas não páram...é uma atrás da outra’ quem será que faz isso? De onde vem?
Hoje, passados 22 anos, volto a mesma praia, no mesmo lugar onde ví o mar pela primeira vez e me emociono em lembrar deste momento, exatamente igual. As ondas vindo e se desfazendo nos meus pés... Me emociono e instantaneamente me lembro da tia Zelinda, que sempre esteve do meu lado e me proporcionou este momento único. Neste momento, olhei para o céu entre nuvens e agradecí a ela, pois é lá que ela está.
E neste dia tentei dar as minha sobrinhas, o mesmo carinho e atenção que um dia eu recebí de uma pessoa muito especial.