29 dezembro 2009

07 dezembro 2009

Dada certeza de flutuar

Ócio que margeia os momentos
Sono que o acompanha
Oscilações que vão fácilmente de um factível a um imoral, ainda que real
Mentalizações e realidades únicas
Desde que minhas e só minhas
Ninguém faz, ou pelo menos diz que faz
Que julgue o seu
Longe do meu, ainda que iguais
Meu infinito é finito
Porque de longe é verdadeiro
A única certeza é quando se realiza
Sua única certeza nunca será verdadeira
Porque nunca se realizará, se você não buscá-la!